HighSkills

  • master mz out07
  • Oferta - 2º Semestre - Angola
  • SEMINÁRIO-Porto - NOVO REGULAMENTO GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS - 18 de Outub
  • Catalogo PT
  • Business Skills CV
  • Gamify de Liderança
  • Lider de Sucesso
  • lx 28/09 prot dados

A Função de Compliance na Banca Comercial


Objetivos Gerais:
Este curso é dirigido a todos os profissionais que pretendam adquirir conhecimentos de Compliance na Banca Comercial.

Objetivos Específicos:

No final deste Curso os participantes saberão:
  • Definir e estabelecer a necessidade de um Departamento de Compliance;
  • Evitar responsabilidades pessoais: deveres e obrigações de "high managerial agents";
  • Definir perfis de risco entre os empregados;
  • Administrar os assuntos legais em compliance;
  • Detetar mecanismos de alarme e proteção;
  • Estabelecer os elementos fundamentais de um programa de compliance;
  • Aplicar as normas de compliance ao seu negócio;
  • Medir a eficiência de um programa de compliance;
  • Sistematizar os índices críticos de compliance;
  • Englobar a compliance em procedimentos operacionais;
  • Adequar a realização de investigações internas;
  • Realizar a manutenção e melhoria do programa;
  • Ser capaz de lidar com os acionistas em caso de investigação interna;
  • Evitar o Branqueamento de Capitais através da compliance;
  • Avaliar o impacto do Conselho de Administração e do Diretor – Geral na cultura compliance;
  • Transformar a compliance numa vantagem competitiva.


CONTEÚDOS

Módulo I – Conceitos
  • Fundamentos de Compliance
    • Direção, gestão de risco e compliance;
    • A compliance na gestão;
    • Como evitar responsabilidades pessoais: deveres e obrigações de "high managerial agents";
    • Para além da lei: risco de reputação e outros intangíveis.
  • Porque é necessário um Departamento de Compliance
    • De onde advém a necessidade de alguém que cumpra as funções de compliance;
    • Papel do departamento de compliance e do seu Diretor;
    • Como começar do zero;
    • Modelos de Compliance;
  • Quais as Funções do Departamento de Compliance
    • Avaliação de riscos;
    • Definição de um programa de compliance;
    • Monitorização, medição e análise do programa de compliance;
    • Definição de perfis de risco entre os empregados.
  • O Enquadramento Legal da Compliance
    • O panorama legal dos programas de compliance e ética;
    • Gestão de assuntos legais em compliance:
      • A compliance como atenuador de penalizações;
      • A utilização de privilégios legais profissionais;
      • Como se processam as questões relativas a due diligences;
      • Assuntos relativos a conflitos de interesses;
      • Revelações.
  • Como estabelecer um Programa de Compliance
    • Enquadramento básico para estabelecer um programa de compliance;
    • Quais os elementos fundamentais de um programa de compliance;
    • Quais as estratégias-chave e as melhores táticas para implementar e manter um programa de compliance;
    • Como basear um programa de compliance na ética, na legalidade e na produtividade das operações, minimizando, simultaneamente, o risco do negócio;
    • Como aplicar as normas de compliance ao seu negócio.
  • A Eficiência dos Programas de Compliance
    • Como conseguir um programa de compliance efetivo;
    • Procedimentos que podem ser adaptados para obter resultados de compliance;
    • Como medir a eficiência de um programa de compliance;
    • Como se realizam as avaliações;
    • A quem se destinam estas análises;
    • Estabelecimento de medidas significativas de avaliação da performance de compliance;
    • Quais os recursos de compliance:
      • Manuais, ajudas de trabalho, fontes de aconselhamento;
    • Como se pode englobar a compliance em procedimentos operacionais.
  • Como realizar a Manutenção e Melhoria do Programa
    • Formação e atualização;
    • Outras ferramentas visíveis;
    • Auditoria Interna e Revisão;
    • Outras entidades de supervisão;
    • Acordos com os reguladores.
  • Investigações Internas
    • Quais as melhores práticas para uma adequada realização de investigações internas;
    • Investigações internas a pedido do Conselho de Administração;
    • Como lidar com os Stakeholders em caso de investigação interna;
    • Como se pode "complicar" uma investigação interna;
    • Quais os erros mais comuns na condução de uma investigação interna.
  • Como evitar o Branqueamento de Capitais através de compliance.
  • Qual a Relação dos Conselhos de Administração com a área de Compliance
    • Impacto do Conselho de Administração e do Diretor-Geral na cultura compliance;
    • Quais os meios ao serviço do Conselho de Administração para saber se um programa de compliance é eficiente:
      • Como verificar a eficiência de um programa de compliance;
      • Como realizar o processo de avaliação da eficiência;
      • O processo de avaliação deve ser interno ou externo;
      • Relatórios de informação para os Conselhos de Administração;
    • Como preparar as respostas para as questões que serão realizadas pelos Conselhos de Administração.Como se deve proteger com a função de compliance?
      • Como proteger-se;
      • Porquê proteger-se;
      • Como se deve mudar, para onde e qual o momento adequado.
  • Como se pode transformar a Compliance numa vantagem competitiva e como lidar com as crises
    • Pode um programa de compliance melhorar a eficiência da sua entidade?;
    • Como lidar com crises de compliance;
    • O que desejam os reguladores;
    • Gestão de Stakeholders;
    • Utilizar as inconformidades com a lei para a melhoria do negócio.
Módulo II – Auditoria
  • Diferença entre Auditoria Interna e Compliance.
  • Quais os referenciais para uma Auditoria de Compliance? Qual o papel dos Auditores Internos numa Auditoria de Compliance? Conhecer o Auditado
    • Avaliar o risco de compliance e como é gerenciado;
    • A existência de mecanismos de monitorização dos riscos de compliance.
  • Competências e Formação dos Auditores Internos
    • Visão multidisciplinar dos auditores internos;
    • Os princípios orientadores do auditor;
    • Visão objetiva em relação às mudanças que deverão ser avaliadas e implementadas no ambiente corporativo das empresas;
    • O Perfil e Conduta dos Auditores Internos.
  • Ferramentas e Metodologias para uma Auditoria de Compliance
  • Como planejar as Auditorias de Compliance
  • Critérios a considerar para planejar a auditoria.
    • Como elaborar um Programa de Auditoria de Compliance
  • Objetivos, escopo, testes e outros procedimentos de auditoria.
    • Como escrever um Relatório da Auditoria de Compliance
    • O sentido de oportunidade;
    • Que tipos de relatórios e de redação eficazes (Relatórios Objetivos com redações focadas em buscar a causa das deficiências apresentadas nos processos e controles internos preventivos);
    • Relatórios como gerador de ações preventivas e corretivas.
Módulo III – Fraudes – Sua identificação a nível de:
  • Caixa;
  • Abertura de contas;
  • Movimentação de contas;
  • Contas internas de regularização;
  • Transferências entre contas;
  • Contas sem movimento;
  • Descobertos;
  • Conformidade documental;
  • Cartões;
  • Banca eletrónica;
  • Acessos aos sistemas.

High Skills - Formação e Consultoria
Angola | Cabo- Verde | Moçambique | Portugal | S. Tomé e Princípe


Próxima data: consulte-nos
Horário:
Duração: 60 Horas
Investimento: 3.900,00€
FORMULÁRIO DE PRÉ-INSCRIÇÃO
Empresa
Nome *
País
Email *
Telefone
Curso *
Mensagem
Caso não pretenda receber a nossa newsletter assinale no quadrado 
*Peenchimento obrigatório